[MANGÁ] The Zombie Maria (one-shot)

Olá queridos leitores!

Há vezes que não estamos afim de uma leitura longa, mas gostaríamos de degustar uma boa história mesmo assim. Dessa forma, podemos recorrer às One-shots, histórias curtas que são 8 ou 80: ou boas, ou ruins. Sem meio-termo (pelo menos na minha opinião). A parte boa das one-shots é que a probabilidade de nos decepcionar é baixa já que dificilmente engloba muitas coisas, diferente de uma história longa que pode perder o seu foco no meio do caminho. Por isso, sempre que puderem deem atenção para as one-shots, além de ser uma leitura rápida pode te deixar um marco legal.

Foi o que eu senti com The Zombie Maria: acho que vou lembrar dessa história por um longo tempo.

The Zombie Maria

A história inicia com um garoto dentro de uma floresta, com uma corda, pronto para cometer suicídio. Ele ouve barulhos e pensa estar em apuros, até que ele vê uma pessoa... Não, uma pessoa não. Uma garota zumbi. 

Apavorado, ele começa a gritar. E a garota também. Ao iniciar um diálogo, ela tenta convencer o rapaz de que morrer não é algo bom. Apesar de ser um cadáver e de não lembrar qual a razão de ter morrido, a única lembrança que ela tem é de que viver é bom e necessário para que coisas boas aconteçam. 

Ainda que a intenção da garota zumbi seja boa, a cabeça do rapaz está em um verdadeiro pandemônio. Ele ouve vozes no seu subconsciente que gritam para ele morrer, além de o xingar horrivelmente. Cansado disso, ele passa a tentar suicídio. A história então toma um rumo divertido, já que o rapaz continua tentando suicídio naquela floresta distante da cidade e que fora selada há alguns anos, e a garota zumbi continua tentando impedi-lo. E isso faz parte de uma aposta, onde a zumbi está decidida em vencer e fazer o rapaz continuar vivendo. Ambos se tornam mais felizes nesse tempo.

Até que ocorre uma revelação surpreendente e que pode dar muitas explicações.

Opinião pessoal

O suspense da sinopse fez com que eu acreditasse veemente que se tratava de uma história de terror. Como diria a Sara do PAG! : BATI A NAVE! Primeiro que o terror passa conforme a história se inicia. Segundo porque se torna rapidamente divertido e sentimos algo fofo pelos protagonistas. E algo que me surpreendeu foi o rumo dramático que as coisas tomaram... Foi curtinho, mas emocionante e passou uma mensagem legal.

Então, se estiverem afim de ler algo rapidinho, não percam a oportunidade. Embora eu tenha ficado com uma sensação de "essa história poderia ter sido mais longa, ter mais capítulos, mais desenvolvimento, não queria me desapegar agora", eu realmente gostei. Enquanto eu lia, logo pensei naquela música do Cranberries, como não lembrar não é? Ahaha. Vou finalizar o post com ela.




QUE A FORÇA ESTEJA COM TODOS.
5 Comentários Blogger
Comentários Facebook

5 comentários:

  1. eu li essa one agora que vi a tua indicação e eu to muito chocada pra comentar qualquer coisa

    ResponderExcluir
  2. oh não sou muito de ler mangás, mas essa parece muito boa. Será que adaptam para anime um dia?
    Gosto muito de animes curtos e se for de suspense melhor ainda <3 Mas vou dar uma curiada, você sabe onde posso ler online?
    +Emy-Lee Cosplay+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho difícil adaptarem pra anime por ser one-shot, né, mas quem duvida?
      Tem no mangahost (aqui o link).

      Excluir
  3. Acabei de ler e também achei que ficou pouco desenvolvido por conta do espaço. O traço me deu sentimentos misturados, me lembrava um pouco o estilo Burton, mas em alguns momentos eu achei meio desleixado. Num geral gostei (dei 7 no MAL), achei que trabalhou vários temas, mas eu esperava algo mais chocante pra morte da Maria. Achei legal como o lance das lembranças foi trabalho metaforicamente (em teros de trauma, esse tipo de esquecimento é real) e embora bem abrupto, achei o final legal também, bem simbólico <3 Adorei a simbologia da flor no final também!
    Grata pela dica uwu/

    ResponderExcluir

🌜 Plágio é crime;
🌜 Evite desavenças;
🌜 Críticas construtivas são bem-vindas;
🌜 Quando não souber o que falar não fale nada;
🌜 Comente sobre a postagem, não apenas se auto-divulgue;
🌜 Tem blog? Deixe o link no final do comentário :3

Use sem espaços:
negrito: < b > texto < / b>
itálico: < i > texto < / i >
link: < a href = "l i n k a q u i" > texto < / a > mantendo espaço somente entre a e href.

.//Talk

Licença Creative Commons | Design e codificação por yuu | Yuuna Lua - Direitos reservados 2017© | voltar ao topo