[TOGETHER] Querida blogosfera

Olá queridos leitores!

O tema de blogagem do mês do projeto Together é falar sobre coisas que odiamos na blogosfera, inclusive, obrigada Shana (a idealizadora do projeto) por nos dar a oportunidade de falar algumas verdades por aqui.

Eu amo blogar, é por isso que luto com a baixa autoestima, a rotina de estudos pesados da faculdade, e mesmo depois de hiatos sempre volto pra cá. Eu tenho uma espécie de relação com a blogosfera desde os meus 10 anos de idade, por causa das revistas infanto-juvenis que eu adorava ler, naquela época os blogueiros estavam em alta e eram muito comentados.

Quando tinha 14 anos, eu finalmente me tornei uma blogueira. Hoje em dia tenho 19 anos, quase 20, e durante esses 5 anos muitas coisas sofreram mutações, até chegar ao formato de hoje... Eu realmente preciso dizer isso:
Aqui não é youtube pra gente se preocupar com views e inscritos! É bom receber um número legal de visualizações e inscritos, podemos comemorar isso SIM, mas não fazer a blogosfera girar em torno desse propósito! Vou chamar essa situação de:

Números da besta

Quando a quantidade de visualizações, comentários e seguidores parece importar mais do que o conforto de escrever sobre coisas que você gosta e quando deixa de ser você mesmo pra agradar mais os leitores, significa que você está sofrendo do Mal dos Números da Besta. Até o Satã sabe que é ruim se apegar a isso.


É um problema grave e já vi muitas pessoas com ele. O que mais li na blogosfera foram postagens de pessoas se lamentando porque não eram elas mesmas, não postavam coisas que gostavam, se sentiam forçadas e estavam infelizes. 

A ideia de criar um blog é falar sobre coisas que você gosta, do seu jeito, com a sua identidade, afinal, você é livre pra compôr esse espaço online do jeitinho que você quiser. Se privar dessa liberdade de expressão é o mesmo que ter uma dádiva em mãos e jogar fora.

Blogar não é sinônimo de popularidade, mas de FALAR. Então, apenas fale sobre o que você gosta e deixe os números pra lá. Quando tem números maiores de views, os seguidores aumentam, isso é sim uma coisa boa, significa que as pessoas gostaram/se identificaram com o que tu escreveu. Então, quem sabe falar mais sobre aquilo ali, que você gosta, seja legal e arranje mais interatividade, não é? Apenas, não dependa disso pra criar conteúdo

Eu gostava de comemorar o número de seguidores, mas quando vi que muitos blogueiros iniciantes com quem eu tinha contato se entristeciam por ter números muito baixos, eu passei a comemorar na minha cabeça e não tocar mais no assunto. Eu realmente odeio quando as pessoas se machucam com esse tipo de coisa.

To be or not to be?

Vamos falar das crises de identidade que algumas pessoas sofrem na blogosfera. Será que estão me entendendo? Sim, estou falando dos plagiadores. Retomando um pouco do que falei no tópico acima, criamos um blog pra falar sobre coisas que gostamos. Isso quer dizer, dar a nossa opinião e visão de mundo. NOSSA, ou seja, algo pessoal, uma identidade.

Quando uma pessoa plagia, ela está abandonando a identidade dela, pra consumir a de outra pessoa. Ela não sabe mais quem ela é, ou pelo menos, os leitores não sabem. É confuso porque o trânsito cibernético é diferente do real, então, as pessoas podem escolher quem querem ser. A pessoa real que ela é: ser ou não ser? Ela tem essa liberdade, e isso é um problema.

Criamos conteúdo e compomos nossa identidade carinhosamente, e trabalhosamente já que temos de observar a nós mesmos pra colocarmos uma descrição, por exemplo, e isso é COPIADO....


ISSO NEM FAZ SENTIDO, eu já vou até pular pra próxima.

Eu vejo fantasmas o tempo todo...

Gosto de dizer que o blog é uma casa. A gente cuida da aparência, organiza, o deixa do jeitinho que gostamos, e ele acaba se tornando aquele lugar maravilhoso pra falar sobre as coisas que a gente mais curte. 

Então, recebemos visita ou vamos cumprimentar a vizinhança. E eu vou falar sobre essas duas situações.

Quando recebemos uma visita, conversamos sobre algum assunto, certo? Fiz uma postagem sobre um filme, então a vizinha conversa comigo sobre o que falei sobre o filme, temos um breve tempo de descontração, e então ela me deixa aquele convite pra mim ir visitá-la. Ok! Afinal, gostei de conversar com ela! Vou visita-la, e depois disso não precisamos mais de convite, criamos vínculo e passamos a nos falar tranquilamente (isso significa, oh, ela está falando sobre algo que gosto, vou conversar com ela e não vou lá porque sou obrigada, entenderam?)! Exceto se a pessoa nunca mais vir falar comigo. Porque não: não vou bater palma na frente da casa dela se ela não tá afim de olhar pra minha cara!!! Aceitem.

Quando vou cumprimentar a vizinhança realmente espero ter um bom momento com eles, e que se sintam à vontade pra vir tomar um café (ou chá, vai saber) comigo. Sou conhecida por fazer comentários em postagens que parecem testamentos, isso porque gosto de conversar com as pessoas. Eu sou muito quieta fora da internet, esse momento é meu. Fico entristecida quando ninguém vem trocar uma ideia comigo, será que fui antipática?

O que eu mais odeio sobre as visitas é aquele vizinho fantasma, que só vem largar o link e evapora. Gente, existe tanto lugar pra divulgação de blogs, usem. Imaginem só: vocês estão tendo uma conversa calorosa sobre aquele capítulo daquela série, e daí do nada, DO NADA MESMO, surge uma pessoa e diz: vem me visitar. E...


Existem muitos blogueiros do gênero, fantasmas, e eu os vejo o tempo todo, isso é um porre. Já leram as dicas dos comentários aqui no blog? Tem um item que diz QUANDO NÃO SOUBER O QUE FALAR NÃO FALE NADA. Tive que colocar porque tem pessoas que nem sabem o que estão fazendo ali.

Aparência importa SIM!!!


*Pronto, falei* 
Não adianta fazer textão pra falar que aparência do blog não importa, que o mais importante é o conteúdo. Sério, não sejam hipócritas. Aparência importa sim, e muito. Afinal, a aparência compõe a identidade do blog, implica na leitura, no conteúdo. 

Layouts com tons pastéis cegantes? Passo longe. Aparência fofa é diferente de não se preocupar com as vistas dos leitores!!! Eu nem me dou ao trabalho de ler e conhecer o conteúdo. Mas se, por exemplo, algum blogueiro que conheço instalou um layout cegante, eu reconsidero. Afinal, eu conheço muito bem o conteúdo do blog dele, e layouts vem e vão, fico aguardando ele trocar com os olhos lacrimejando com os tons pupupupu

Não ter um layout organizado dá a entender que o blog não é bem cuidado. Não sabe instalar um? Não sabe editar um? Não sabe fazer um com seus próprios gostos? Tudo bem. A plataforma do blogger, por exemplo, tem layouts novos que são muito lindos e organizados!!! Acho que dá pra ficar longe dos antigos e tradicionais da plataforma, né? Então.

Tem muito glitter, o background é uma imagem fofa e borrada: DÓI MUITO VER ISSO, SABIA? Parece que a pessoa não tá nem aí com o espaço dela, sabe? Dá uma arrumadinha, poxa. 

Não sou a versão feminina do Buda na blogosfera

Eu não sou perfeita. Talvez seja chato um comentário grande na postagem, talvez eu soe insensível, talvez eu suma por um longo tempo dos comentários do seu blog. Provavelmente minha escrita não é confortável, e meus layouts não sejam tão bonitos assim. Talvez meu conteúdo não seja legal. 

Não sou perfeita, não estou tentando ser. Meu blog não tem mais de 100 seguidores, e quando uma postagem alcança 40 visualizações considero um sucesso. Já escrevi postagens que não receberam um mísero comentário, várias pessoas sumiram daqui.

O que eu estou tentando dizer é que eu não sou uma blogueira top, reconhecida, dona de uma sabedoria sem igual, pra estar rabugenta e falando essas coisas que falei aqui. O que eu tenho é uma reles experiência, isso compõe minha conduta como escritora num humilde blog pessoal. Então, espero que ninguém se ofenda com essa postagem, e realmente pense sobre essas coisas para melhor se desenvolver nessa espaço tão amado por nós.



Vamos para o fim?

Eu escrevi essa postagem logo que a Shana lançou a proposta no projeto, mas eu sempre reviso as postagens por motivos de ~digito rápido e não vejo erros~. Esse post me lembrou de alguns que eu escrevia num blog meu em 2013, eu colocava minha opinião sobre algo e incrementava com gifs, era divertido!

Falando em digitar rápido, eu digitei os pareceres escolares dos alunos da minha mãe porque ela ainda não sabe digitar muito bem. Eu fiquei acordada a noite inteira, com muita dor nos pulsos porque digito rápido, e eram muitos pareceres. Fui dormir eram 8hrs da manhã, mas fiquei feliz de poder ajudar a minha mãe!!!

Então gente, se identificaram com algo? Acho que a maioria vai concordar comigo nesses pontos. E particularmente, eu lavei a minha alma escrevendo sobre essas coisas, eu tô tipo:

--


Essa postagem faz parte da Blogagem Coletiva do mês de Setembro do Together, um projeto para unir a blogosfera. Para saber mais, clique na imagem.


QUE A FORÇA ESTEJA COM TODOS.

10 Comentários Blogger
Comentários Facebook

10 comentários:

  1. YUUUUUUUUUUUUUUUUUUCCHAAAAAAAAAAAAAAN

    ResponderExcluir
  2. queria dizer que adorei o teu post ufghfgf
    isso de blogs cegantes... poxa teve uma fez que eu fiz um layout topezeira no meu blog antigo mas ele era tão cegante gkufghfugfg
    isso de fantasmas me inclui?Tipo, é verdade que eu sumi do seu blog por um tempinho... Mas se você perceber eu também sumi de outros. Quando eu sumo de um lugar eu sumo dos outros também, porque eu estava sem internet, o computador tava travando, tiver que estudar... Essas coisas me acontecem o tempo todo e aí eu chego aqui, comento em um post e vou embora. Volto 2 semanas depois gfughgf mas não é de propósito, poxa. E tem isso de QUANDO NÃO SOUBER O QUE FALAR NÃO FALE NADA, isso me complica às vezes... Eu fico sem saber o que falar e fico esperando teu próx. post, e tu posta lááá no outrooo dia, fica parecendo que eu sou fantasma mesmo. Mas sou uma fantasma legal :v
    margineus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vick :3
      Não me lembro de nenhum lay cegante no teu bloguinho que não desse pra ler aeuihduhe :v
      Não inclui você não, porque quando você comenta nas minhas postagens você REALMENTE faz um comentário. Tem pessoas que só vem aqui literalmente largar link, sabe? E sobre sumir: é normal! Temos nossas rotinas, não é? Nem sempre dá pra vir pra blogosfera constantemente.
      E adoro isso, quando tu vem comentar algo que realmente vai comentar!!! É como eu falei no post, quando tu curtir o assunto e vier conversar é legal, e não fazer isso de forma forçada.
      Não comentar em todas as postagens de um blog amigo, comentar quando se sentir confortável, é bem diferente de só vir largar link auidhieu então não, tu não é um fantasma :v

      Até mais <3

      Excluir
  3. Eu odeio quando as pessoas comentam em post desatualizado porque às vezes eu não vejo o comment, mas veja, dessa vez EU PRECISEI.
    Eu concordo com praticamente tudo que está escrito aqui. Eu fico mais que felizona em ver tantas blogueiras indignadas com as mesmas questões - quer dizer que não sou uma velha gagá e desatualizada que reclama demais da nova geração. ESSAS COISAS SÃO UM SACO MESMO!
    Eu já deixei de frequentar muito blog por esses motivos. Layout ruim é uma coisa que me desanima frequentar - tinha um blog de uma pessoa muito legal, com uns assuntos até legais, mas tinha TANTA COISA acontecendo nos layouts que o blog levava, sério, uns 10 minutos pra carregar pra mim. Eu eventualmente cansei de visitar. E os layouts muito cegantes? E tem tantas outras coisas: os blogs que ficam 6 meses sem post novo e depois reclamam que os leitores sumiram. Gente que reclama de visitas e comentários, mas nunca aparece no blog da gente pra dar um oi. Gente que comenta qualquer coisa só pra receber retribuição. Por isso que no aniver do Hishoku, quando me perguntaram se eu comentava em todos os blogs, mandei o sincerão: NÃO MEIXMO! Comento nos blogs que gosto e quanto to afim, pra pelo menos fazer um comentário decente. E se tô cansada ou com preguiça, mando um alozinho mesmo assim porque QUE TRISTEZA FAZER POST LEGAL E NINGUÉM MANDAR UM OI!

    #desabafos

    Adorei os gifs e fico feliz que esse tema tenha te servido tão bem <3 Beijinhos Yuuuuuu! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu estava lendo os comentários das postagens mais recentes e aí vi que tu tinha comentado! Se não eu nem ia ver uaihfuh~
      Sim, essas coisas SÃO UM PORRE! E eu já desisti de ler blogs por essas mesmas razões, às vezes só queria ver se tinha post novo e demorava horrores pra carregar, sem falar das propagandas e janelas pop-ups.
      Olha verdade, tem pessoas que somem por um tempão, fazem post reclamando e ainda falam mal dos vizinhos (já vi isso acontecer, fuuu). Te entendo, eu gosto de comentar quando tenho o que comentar, não faço nada forçada não.

      Esse foi um tema e tanto

      Excluir
  4. Oooi, Yuu!
    Menina, adorei sua postagem toda incrementada nos gifs uashuashuasah
    Super concordo com o que você pontuou, hoje em dia todo mundo é tão preocupado com likes e quantidade de views e é bom a gente manter isso longe da blogosfera, pq neah, aqui eh um cantinho tão gostoso onde a gente consegue mostrar um lado legal nosso, essas preocupações da atualidade com "números da besta" não deve interferir nas nossas páginas queridas auhusaashusaah
    A sua definição de plágio foi tão maravilhosa, sério, eu adorei. Realmente quando alguém copia o conteúdo do outro está vestindo uma máscara, está roubando uma identidade. É um criminoso e tanto, devo dizer.
    E vamos combinar que fantasma que se preze é aquele que visita as pessoas e não que pede visitas, neah? uashasuhasuah
    E sim, aparência conta. Confesso que eu acho lindo blogs com paleta de cores claras, mas é muito sofrimento pra ler, é quase que uma tortura... é melhor deixa isso para o tumblr de quotes e imagens e só.
    Parabéns por ajudar a sua mãe, eu não tenho mais pique pra passar a noite em claro, não, então admiro muito a sua ação! De verdade!!

    bjinhos x*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Lilah!
      Essa coisa de views e likes é uma coisa que movimenta o youtube, na blogosfera a gente não precisa disso, né? Seria legal se todo mundo percebesse isso, aaaah!
      O plágio é uma coisa complicada, tem pessoas que fazem por gosto e outras que nem percebem, por isso achei legal descrever assim! Quem sabe as pessoas percebam o quão errôneo é, né não? É um criminoso e tanto, sim.
      Aaah, adorei essa! ehauihd~ Realmente, vou panfletar FANTASMAS NÃO PEDEM VISITAS, GALERA!
      Isso! Deixem pro tumblr de frases e icons, não pra um blog que apresenta conteúdo com textos, arde os olhos horrores.

      A minha mãe é um pouco hiperativa, então se eu não ajudasse ela iria ficar super agitada e seria impossível dormir de qualquer forma iuadhaeuh

      beijinhos

      Excluir

🌜 Plágio é crime;
🌜 Evite desavenças;
🌜 Críticas construtivas são bem-vindas;
🌜 Quando não souber o que falar não fale nada;
🌜 Comente sobre a postagem, não apenas se auto-divulgue;
🌜 Tem blog? Deixe o link no final do comentário :3

Use sem espaços:
negrito: < b > texto < / b>
itálico: < i > texto < / i >
link: < a href = "l i n k a q u i" > texto < / a > mantendo espaço somente entre a e href.

.//Talk

Licença Creative Commons | Design e codificação por yuu | Yuuna Lua - Direitos reservados 2017© | voltar ao topo